E a vida continua

O título da canção já traz, em si, uma bela mensagem. Mas, como todas as demais, tem uma história.

Aqui, Noel busca tranqüilizar Serginho, um moço que estava para desencarnar e com medo da morte. Toda a conversa que a Vó Martha e o Noel tiveram com Serginho naquele dia foi buscando tranquilizá-lo, para que ele tivesse um desencarne sereno. Disseram a ele que, após a morte, tudo permanecia igual! Mas não lhe avisaram que sua mãe não iria ouvi-lo após o desencarne. Estando, então, desencarnado, percebendo que sua mãe não o ouvia, veio até a Vó Martha, colocou o dedo em seu nariz e lhe disse: “A senhora disse que era tudo como antes!! A minha mãe não me ouve!!”. Vó Martha esqueceu de avisá-lo do detalhe de que só os médiuns iriam ouvi-lo. Aqui, deve se lembrar que, como Serginho estava muito amedrontado, Noel cantou a ele uma música alegre, “para cima”, com o intuito, como já dito, de acalmá-lo.

“Choraram a minha morte
Tive flores, tive vela
Tive até fita amarela
Com afetiva inscrição
Apenas não convidaram
...